terça-feira, 12 de janeiro de 2016

3º Dias - 12 Dias de Jejum e Oração

José não guarda rancor:

CLAMOR EM BUSCA DE LIBERTAÇÃO DO PASSADO



“Vinde, e vendamo-lo a estes ismaelitas; e não seja nossa mão sobre ele, porque ele é nosso irmão, nossa carne. E seus irmãos obedeceram. Passando, pois, os mercadores midianitas, tiraram, e alçaram a José da cova, e venderam José por vinte moedas de prata aos ismaelitas, os quais levaram José ao Egito” (Gn 37.27, 28). “... Para conservação da vida, Deus me enviou adiante de vós” (Gn 45.5b).


MEDITAÇÃO

A vida do cristão não pode ser comparada a um museu, local em que se armazenam coisas do passado. No museu, conhecemos, lembramos e relembramos somente os feitos realizados pelo homem ou os fatos e acontecimentos do passado. Embora sofrer injustamente traga muita dor, não podemos agir na perspectiva da dor que foi produzida no passado. A nossa vida precisa desfrutar do novo de Deus, e, não ficarmos remoendo lembranças do passado. Foi desse modo que José agiu quando Deus o levou ao governo de toda terra do Egito.


  1. Um coração com rancor é um coração preso ao passado, este coração está impedido de desfrutar da vida que Deus tem para nos oferecer no presente. Exemplo disso é o jugo de Esaú (Gn 27.40). O ressentimento gera ódio, que reproduz desejo de vingança. José que um dia, viveu com muitas regalias, passou a ser escravo e, sua vida piorou muito por causa dos seus irmãos. Apesar de ser escravo numa prisão física, José não era prisioneiro de seus sentimentos.


  1. Rever os fatos e acontecimentos do passado é fundamental para que haja a cura interior. A Bíblia diz que “Israel foi orientado por Deus para considerar o passado, ver onde estava o erro, para que o Senhor pudesse abençoá-los no presente” (Ag 1.5). No salmo 73.21 e 22 lemos que quando o salmista estava com o coração amargurado, ficou embrutecido e ignorante e agiu diante de Deus de forma irracional.


  1. José conseguiu superar o seu passado. O segredo para vivermos o presente vitorioso é esquecer o sofrimento do passado, mas para isso “precisamos gerar um Manasses” (Gn. 41.51), para que “o Senhor Deus nos dê um Efraim” (Gn 41.52). Pense nisso com calma.


Não podemos viver presos a traumas e complexos gerados no passado, em Cristo Jesus somos livres (Jo 8.36), e esta liberdade faz com que venhamos desfrutar da prosperidade que o Senhor tem para nós em todas as áreas da nossa vida (Gn 45.5).


MOTIVOS DE ORAÇÃO

1. Ore ao Senhor para que você possa liberar perdão.
2. Ore ao Senhor para que consigamos ser obediente a Ele. Seguir a sua Palavra.
3. Ore ao Senhor pedindo sabedoria e equilíbrio para tomar decisões.


CONSAGRAÇÃO

Jejum sugerido: Abstenha-se de doces de todos os tipos, incluindo chocolate.

“...uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para que diante de mim estão...” Filipenses 3.13

Nenhum comentário:

Postar um comentário