quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Como Prosperar no Deserto

No primeiro livro da Bíblia (Gênesis) capitulo 26 encontramos a história de Isaque, que enfrentou um tempo de fome em sua terra. Foi tentado a descer ao Egito, terra de sábios, prospera...  mas Deus lhe disse: Não desça ao Egito; vá para Gerar. Isaque contra todos os prognósticos, semeou na terra e colheu a quatro vezes mais do que o normal.

O deserto precisa de água, então Isaque reabriu os poços antigos e cavou novos poços. Não encontramos Isaque parado, reclamando da vida, ou acomodado esperando os milagres de Deus, pôs sua mão na obra e cavou possos. Quando os filisteus contenderam com ele por inveja, não brigou pelos seus direitos. Não deixou seu coração se irar. Por onde foi, cavou novos poços e por onde passou a bênção de Deus o acompanhava.


Ao cavar poços, levantava altares ao Senhor. Toda a sua vida era uma liturgia de adoração a Deus. Seus inimigos tiveram que reconhecer que Isaque era um abençoado de Deus. Em vez de vingar-se dos inimigos, Isaque recebeu-os em casa, e preparou um banquete os honrando.

Deus tem dado força todos os dias a nós, não para sermos ‘‘valentões’’, pelo contrario, sermos mansos, para continuar cavando poços em meio ao deserto, para prosseguir na caminhada.. assim seremos prósperos, abençoados e referencia como Isaque!

Marcel RMSS

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Advento²

Ainda não chegou o Natal, afinal, é Advento. No entanto, já está próximo!. Alguns estão alegres. Estão com saúde, empregados, bons salários, bom convívio familiar. Haverá grandes compras de presentes e comidas, tudo demonstrando muita alegria. Muitos conseguirão lembrar, por meio de situações e símbolos natalinos, que Jesus chegou! O Messias esteve e continua entre nós. Muitos perceberão claramente os seus sinais e maravilhas. Estamos vivendo dias de milagres.

O mercado está aquecido, a lista de presentes extensa. Entretanto, muitos não estão percebendo o hedonismo crescendo. Para muitos, é rotina, tudo normal. Mas a enfermidade está presente nas casas, hospitais, asilos e creches. Crianças e idosos abandonados, talvez, não estejam vivendo este tempo de milagres. Mesmo em lares abastados, a tristeza, a solidão, a ira, o ódio, a falta de perdão, drogas...

Alguns até estão participando de Cultos, reuniões, mas não vivem indiferentes, alheios. Cantam hinos, veem a cidade decorada com luzes e nas igrejas, mas estão insensíveis ou machucados demais, quem sabe até marcadas pela dor e o sofrimento, que não estão vivendo a Graça de Viver com Cristo. 

Difícil contraste! Uns percebendo o novo. Outros completamente alienados! É isto. Muitos já perceberam a chegada do Reino; outros, ainda não! Muitos já se abriram para a novidade, ou seja, Deus veio até nós. Não estamos sozinhos em nenhum momento e em nenhuma situação. No entanto, muitos ainda sofrem sós. 

Precisamos anunciar este novo tempo, esta mudança de mente (metanoia - do grego). Um tempo de transformação, é tempo de abandonarmos os medos e as angústias e percebermos que Cristo trouxe, traz e sempre trará o Natal. Nós temos de anunciar possibilidade de perdão, de paz, de esperança neste tempo de advento.

Portanto, este é um tempo em que cada um de nós pode se arrepender na vida pessoal e social e levar a mensagem de Esperança, pois em Cristo há esperança! 

É advento! É tempo de abrir a porta para o novo de Deus. Proclamamos, um novo tempo. Aqueles que nos cercam precisam saber de Cristo, sejam ricos ou pobres, enfermos ou sadios e viver as maravilhas de um novo tempo. Que cada um de nós possa ser portador do advento, das boas-novas, da paz, da fé, da esperança e do amor. É advento, em breve comemoraremos o nascimento do Rei!

Vamos preparar nossos corações, limpando e jogando fora o desânimo, a falta de fé, de coragem, de amor. Ele quer nascer em nossas vidas! Ele quer nascer nos lares!

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” Isaías 9:6


Marcel RMSS
Texto publicado no boletim 50/2014   -   14 de Dezembro da IECB - Paróquia Betesda

E se você foce o próximo Jó?


O início da narrativa do livro de Jó aponta Jó como um homem estabilizado na vida, tanto material como espiritualmente, coisa que todos nós buscamos. Uma família abençoada, bens que garantiam uma sobrevivência tranquila e uma vida espiritual exemplar (Jó 1. 1-5). Talvez a vida de Jó seja bem parecida com a de muitos de nós, (com algumas variações para mais ou para menos). Porém, quero mostrar a você um fato interessante desta história, existiu um diálogo entre Deus e Satanás que foi:

“Disse então o Senhor a Satanás: Reparou em meu servo Jó? Não há ninguém na terra como ele, irrepreensível, íntegro, homem que teme a Deus e evita o mal. Será que Jó não tem razões para temer a Deus? Respondeu Satanás. Acaso não puseste uma cerca em volta dele, da família dele e de tudo o que ele possui? Tu mesmo tens abençoado tudo o que ele faz, de modo que todos os seus rebanhos estão espalhados por toda a terra. Mas estende a tua mão e fere tudo o que ele tem, e com certeza ele te amaldiçoará na tua face. O Senhor disse a Satanás: Pois bem, tudo o que ele possui está nas suas mãos; apenas não encoste um dedo nele” Jó 1. 8-12 (NVI)

Depois desta conversa entre Deus e Satanás, tragédias começam a acontecer na vida de Jó. Morte de vários de seus empregados (1.15), de ovelhas (1. 16), roubo de seus camelos (1. 17), a morte de seus filhos (1. 19). Isso só foi o começo da prova de Jó! Confesso que deu medo, pela pergunta que passou em minha mente: E se Deus resolvesse que eu seria o próximo Jó? E se eu fosse escolhido para passar pela mesma prova de Jó? Teria a mesma fé de Jó? Teria fé suficiente para não blasfemar contra Deus?

Como Jó não blasfemou diante de Deus e nem abandonou o Senhor (Jó 1. 20-22), pelo contrário, O adorou, o Diabo resolveu solicitar a Deus permissão para aumentar a prova:

“Disse então o Senhor a Satanás: Reparou em meu servo Jó? Não há ninguém na terra como ele, irrepreensível, íntegro, homem que teme a Deus e evita o mal. Ele se mantém íntegro, apesar de você me haver instigado contra ele para arruiná-lo sem motivo. Pele por pele!, respondeu Satanás. Um homem dará tudo o que tem por sua vida. Estende a tua mão e fere a sua carne e os seus ossos, e com certeza ele te amaldiçoará na tua face. O Senhor disse a Satanás: Pois bem, ele está nas suas mãos; apenas poupe a vida dele. Saiu, pois, Satanás da presença do Senhor e afligiu Jó com feridas terríveis, da sola dos pés ao alto da cabeça. Então Jó apanhou um caco de louça com o qual se raspava, sentado entre as cinzas.” Jó 2. 3-8 (NVI)

Na segunda sequência de provações, Jó perdeu sua saúde e qualidade de vida, apoio de sua esposa, que lhe sugeriu que amaldiçoasse a Deus e morresse (2.9). Ele ficou praticamente na miséria material e física. E tudo isso com a permissão de Deus.

Essa segunda parte da prova me deu mais medo! E se Deus permitisse que minha fé fosse testada até esse nível? Se minha saúde fosse tirada, teria ainda fé? Se não restasse mais nada, nem o apoio dos entes queridos, eu permaneceria firmado e confiante em Deus?

Falamos que amamos a Deus, dizemos que tem fé Nele, que não O abandonamos por nada! Sejamos sinceros, por muito menos (muito menos mesmo!) deixamos de ser sal e luz, re-assumimos o controle de nossas vidas deixando Deus de lado.

Como anda a nossa Fé? esta posta em Deus ou nas bênçãos que Ele pode me dar? Eu tenho amado a Deus? ou as suas Bênção?

Se você fosse escolhido para ser o próximo Jó?

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Os 09 cristãos que não respeito e não admiro

Antes de mostrar os 10 cristãos que não respeito e não admiro gostaria de justificar que o termo cristão que apliquei nesse texto não indica necessariamente o cristão verdadeiro, pois há quem se denomine cristão sem que o seja. Outra coisa, quando digo que não respeito não significa desrespeitar a pessoa como ser humano, mas sim o tipo de atitude que ela sustenta em sua vida. De acordo com o dicionário online, respeito significa também “apreço, consideração, deferência.”, justamente o que não tenho pelas atitudes desses 10 cristãos.



Os 10 cristãos que não respeito e não admiro

1-) Aquele que provoca a desunião. Esse é um dos piores. Em nome de sua opinião, daquilo que acha certo, por se achar “o cristão” mais espiritual da igreja ou por qualquer outro motivo, ele sacrifica a paz da igreja. Não se preocupa em espalhar contendas, não fica nem um pouco preocupado em acabar com a paz por causa de coisas fúteis. Age nos bastidores com seu egoísmo e com sua supervalorização de fatos irrisórios e depois que é descoberto se faz de coitadinho, de incompreendido, de perseguido, etc. A Bíblia diz que Deus abomina esse tipo de comportamento (Pv 6. 16-19).

2-) Aquele que tenta Barganhar com Deus. Esse tipo de cristão acha que Deus está à venda. Ele é semelhante ao enganador Jacó, quando disse a Deus que “se” Deus fizesse algumas coisas em sua vida ele o seguiria (Gn 28.20-21). É bem comum haver centenas desses Cristãos que fazem campanhas, jejuns, propósitos... onde só fazer algo para Deus em troca de algo! Não jejuam para se consagrar, para saber a vontade de Deus, para ser usado pelo Espírito Santo...  Ele sempre busca algo para trocar com Deus, a fim de que Deus lhe dê o que quer. Deus para ele é um mero comerciante.

3-) Aquele que Vive a Vida de Aparências. Jesus combateu muito esse tipo de pessoa. A figura que nos veem automaticamente à mente são os fariseus. Muitos cristãos sustentam esse tipo de vida. O famoso crente Raimundo, um pé na igreja e o outro no mundo. São cristãos covardes, não assumem uma postura transparente. Jesus chegou a chamar esse tipo de pessoa de “raça de víboras” (Mt 12.34).

4-) Aquele que Esquenta os Bancos da Igreja. É um cristão do tipo bem complicado pois é apenas um observador. Sabe de tudo que está acontecendo, mas não participa de nada. Vê as pessoas trabalhando, se sacrificando, vê alguns os lutadores da igreja indo para a batalha, mas não se movimenta um milímetro. Fica até ofendido quando algum líder o convidar para ajudar!

5-) Aquele que Nunca Tem Tempo Para Servir a Deus. Nunca espere contar com esse tipo de crente, pois ele nunca tem tempo! Ou melhor, ele diz que nunca tem tempo! Se esquiva de tudo, ele tem bastante criatividade em inventar desculpas. Arruma problemas só como álibi para não precisar ter alguma responsabilidade na obra de Deus. Ele normalmente será encontrado de “pernas para o ar” descansando, viajando, shopping... enquanto alguns poucos bravos guerreiros da igreja de Cristo estão fazendo a obra.

6-) Aquele que Só Critica. Esse só abre a boca para falar mal. Sim, falar mal, pois a sua crítica não é construtiva! Esse tipo de pessoa, por exemplo, pega o boletim da igreja, examina-o por completo e consegue achar o único erro ortográfico que exista ali. E corre rapidamente para “alertar” o pastor da igreja e perguntar quem cometeu esse erro para que seja corrigido. De sua boca nunca se ouve "parabéns", "muito bem", somente "esta errado", "não serve", "não presta" só mostra o que ele acha errado na igreja. Nunca se coloca a disposição para ajudar, mas sempre está disposto a criticar.

7-) Aquele que Ama Ser Bajulado. Esse tipo de cristão ama ser o centro das atenções na igreja. O pastor precisa se desdobrar para agradá-lo senão ele não vem mais a Igreja. O pastor e líderes da igreja precisam servi-lo, precisam notá-lo, elogia-lo sempre senão ele espalha fofocas, mina o trabalho dos líderes. Quando ele é mimado a igreja vive uma paz, como se nada tivesse acontecido. Um cristão “bebezão” que não cresceu mentalmente e estacionou espiritualmente. Precisa de cuidados o tempo todo.

8-) Aquele que só busca a Deus Por causa de Bênção. Esse tipo de cristão é interesseiro. Ele não quer saber de compromisso com o Senhor e de forma nenhuma está disposto a levar a sua cruz. O negócio dele é resolver o problema que está incomodando no momento. Provavelmente tentou de tudo para resolver o problema e nada deu certo. Sobrando somente buscar a Deus. Deus é o último recurso. Nesse momento ele começa a buscar a Deus, frequenta todos os cultos e eventos até ter a solução.

9-) Aquele que é Contra Tudo. Esse cristão até gosta envolver-se na igreja, de ajudar a fazer alguma coisa, mas sempre é contra tudo. Ele adora causar polêmica e deseja que seu ponto de vista seja sempre o que predomine. Ele não sabe trabalhar em equipe, mas se envolve nas equipes da igreja o que causa dificuldades. É o primeiro a levantar a mão para colocar objeções.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Advento


Percebemos algumas mudanças no Altar do Senhor, estamos vivendo no tempo do Advento (do latim adventus = chegada) corresponde às quatro semanas que antecedem o Natal.  O Roxo simboliza o introspecção, espera do cumprimento da promessa, A Coroa do Advento com quatro velas representam essas quatro semanas. Meditemos um pouco sobre este símbolo: 

PRIMEIRA VELA - A luz nascente nos convoca a refletir e aprofundar a proximidade do Natal, onde Cristo, Salvador e Luz do mundo brilhará para a humanidade. Lembra ainda o perdão concedido a Adão e Eva. A cor roxa nos recorda nossa atitude de vigilância a espera do Senhor que virá.

SEGUNDA VELA - A segunda vela nos convida a conversão, arrependimento dos nossos pecados e também o compromisso de prepararmos a nossa alma para vinda do Senhor, assim como João Batista, o caminho do Senhor que virá.  Esta vela lembra ainda a fé dos Patriarcas e de João Batista, que anuncia a salvação para todos os povos.

TERCEIRA VELA - A terceira vela acesa nos convida à alegria e ao júbilo pela aproximação da chegada de Jesus. A cor litúrgica continua roxa, que indica justamente o Domingo da Alegria, preparação, onde transborda nosso coração de alegria pela proximidade da chegada do Senhor. Esta vela lembra ainda a alegria celebrada pelo rei Davi e sua promessa que, agora, está se cumprindo em Maria.

QUARTA VELA - A quarta vela marca os passos de preparação para acolher o Salvador,  nossa expectativa da chegada definitiva da Luz ao mundo. Simboliza ainda nossa fé em Jesus Cristo, que ilumina todo homem que vêm a este mundo e também os ensinamentos dos profetas, que anunciaram a chegada do Salvador.  

A Promessa se cumpriu e hoje podemos celebrar ao Senhor pela Salvação! Mas ainda irá se cumprir a promessa que Ele voltará e nos arrebatará para a Nova Jerusalém!


‘‘Sim! Eu venho depressa! Amém. Vem, Senhor Jesus!’’
Apocalipse 22:20



Marcel RMSS
Texto publicado no boletim 49/2014 07 de Dezembro da IECB - Paróquia Betesda

domingo, 27 de abril de 2014

8 Razões para você confiar em Deus

Todos nós passamos em nossa vida por momentos difíceis, por problemas, situações desagradáveis e coisas que tiram a nossa paz. Essas situações nos levam a buscar uma solução, um socorro que possa nos trazer alívio, paz e vitória. As pessoas costumam procurar em diversos lugares esse socorro. Buscam por pessoas ou coisas que possam socorrê-las, mas quase sempre não o encontram, pois o socorro verdadeiro não existe onde estão procurando. O socorro eficaz está em Deus. Mas quais são as razões que existentes para crer que Deus me socorrerá?

1º Razão - O meu socorro está em Deus. O salmista, que certamente passava por alguma situação difícil, busca o socorro em Deus. “Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro?” (Sl 121. 1). Os “montes” citados nesse texto era o local onde ficava o templo que, naquela época, representava àquele povo a presença viva de Deus no meio deles. O salmista buscava encontrar a presença de Deus, pois sabia que o seu socorro estava em Deus.

2º Razão – O socorro de Deus é certo. “O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra.” (Sl 121. 2). Não há qualquer dúvida de que Deus viria socorrer o salmista. O salmista poderia ter dito: “o meu socorro, eu acho que vem do Senhor”, ou: “o meu socorro talvez venha do Senhor”; mas ele foi enfático, seguro e creu em Deus: “O meu socorro vem do Senhor”.

3º Razão – Deus é soberano sobre todas as coisas. “Ele não permitirá que os teus pés vacilem…” (Sl 121. 3). Tudo está debaixo da permissão de Deus. Nada pode acontecer sem a permissão Dele. Todos os meus problemas estão sob Sua autoridade. Se creio nisso, descanso e encontro paz.

4º Razão – Deus está alerta ao que acontece em minha vida. “É certo que não dormita, nem dorme o guarda de Israel.” (Sl 121. 4). Não há perigo de Deus se esquecer de mim, pois Ele não cochila, nem dorme; está sempre alerta, é onisciente, onipresente, onipotente. É um guarda perfeito, que vigia a todo instante os Seus tesouros!

5º Razão – Deus está próximo de mim. “o SENHOR é a tua sombra à tua direita.” (Sl 121. 5). Deus acompanha os seus servos, não os deixa, não os desampara. A minha sombra nunca desgruda de mim, assim Deus também não. Ele está totalmente próximo, participando da minha vida de perto, inclusive quando passo por dificuldades.

6º Razão – Deus está me conduzindo em todos os momentos. “De dia não te molestará o sol, nem de noite, a lua.” (Sl 121. 6). O Senhor sempre me socorrerá nas intempéries da vida.

7º Razão – O Senhor me protege. “O SENHOR te guardará de todo mal; guardará a tua alma.” (Sl 121. 7). Deus me esconde debaixo de Sua proteção. Passo pelas dificuldades, mas sou guardado pelo cuidadoso Pai, assim como o pássaro guarda os seus filhotes no ninho salvos do perigo.

8º Razão – O cuidado de Deus é em todos os lugares e momentos. “O SENHOR guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre.” (Sl 121. 8). Os meus passos estão debaixo da supervisão e cuidados de Deus.

O que temer? Deus está sempre pronto a socorrer seus servos!

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Cristão: Verdadeiro ou Falso?

Cristianismo em ascensão no Brasil. Todos os dias acontecem Cruzadas, Evangelismos em massas, Congressos, Retiros, Acampamentos, Culto do Pentecostes...

Percebo um crescimento [desordenado e exagerado] de uma classe de cristão que levantam os dedinhos e dizem “sou dos 3!”e/ou “sou cheio dos Espirito Santôôô!” Mas não leem a bíblia, não oram, não renunciam a carne e procuram sempre a “Igreja da moda”, atrás dos “movimentos Espirituais/Avivamento”.

Dar Glórias ou Aleluias não leva a verdadeira adoração nem a salvação sem ser um verdadeiro seguidor de Cristo!
“Mas como pode alguém ser cristão sem gerar frutos? "Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores. Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas? Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins. A árvore boa não pode dar frutos ruins, nem a árvore ruim pode dar frutos bons. Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo. Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão!” Mateus 7:15-20

Como pode alguém ser cheio do Espirito Santo sem busca-lo? Sem orar?
“Se eu tivesse guardado iniquidade no meu coração, o Senhor não me teria ouvido; mas, na verdade, Deus me ouviu; tem atendido à voz da minha oração.” Salmos 66:18-19

Como pode alguém dizer que tem Cristo em sua vida se não o conhece?
“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32

Não critico os cantores, bandas, Pastores, Bispos... [e quem sou eu para criticar?!?] Eles estão fazendo o papel deles, cumprindo o ide!

O problema são as ovelhas [e porque não bodes?!?] que se dizem servos mas não reconhecem a sua voz [João 10], não aceitam a repreensão [Provérbios 15], não desfrutam da comunhão entre os irmãos [Salmos 133], Ahh... A vinda do Santo Espírito se deu quando todos estavam juntos! [Atos 2].

Que caminho a vida que você entregou a Cristo esta trilhando?
Perdição? Fanatismo? Engano?

Desperte! Acorde! Mude! O Caminho para o céu não é fácil...

"Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo resplandecerá sobre ti". Efésios 5.14

*Não é recado a ninguém! mas se serviu... Use!!!

Marcel RMSS