segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

E se você foce o próximo Jó?


O início da narrativa do livro de Jó aponta Jó como um homem estabilizado na vida, tanto material como espiritualmente, coisa que todos nós buscamos. Uma família abençoada, bens que garantiam uma sobrevivência tranquila e uma vida espiritual exemplar (Jó 1. 1-5). Talvez a vida de Jó seja bem parecida com a de muitos de nós, (com algumas variações para mais ou para menos). Porém, quero mostrar a você um fato interessante desta história, existiu um diálogo entre Deus e Satanás que foi:

“Disse então o Senhor a Satanás: Reparou em meu servo Jó? Não há ninguém na terra como ele, irrepreensível, íntegro, homem que teme a Deus e evita o mal. Será que Jó não tem razões para temer a Deus? Respondeu Satanás. Acaso não puseste uma cerca em volta dele, da família dele e de tudo o que ele possui? Tu mesmo tens abençoado tudo o que ele faz, de modo que todos os seus rebanhos estão espalhados por toda a terra. Mas estende a tua mão e fere tudo o que ele tem, e com certeza ele te amaldiçoará na tua face. O Senhor disse a Satanás: Pois bem, tudo o que ele possui está nas suas mãos; apenas não encoste um dedo nele” Jó 1. 8-12 (NVI)

Depois desta conversa entre Deus e Satanás, tragédias começam a acontecer na vida de Jó. Morte de vários de seus empregados (1.15), de ovelhas (1. 16), roubo de seus camelos (1. 17), a morte de seus filhos (1. 19). Isso só foi o começo da prova de Jó! Confesso que deu medo, pela pergunta que passou em minha mente: E se Deus resolvesse que eu seria o próximo Jó? E se eu fosse escolhido para passar pela mesma prova de Jó? Teria a mesma fé de Jó? Teria fé suficiente para não blasfemar contra Deus?

Como Jó não blasfemou diante de Deus e nem abandonou o Senhor (Jó 1. 20-22), pelo contrário, O adorou, o Diabo resolveu solicitar a Deus permissão para aumentar a prova:

“Disse então o Senhor a Satanás: Reparou em meu servo Jó? Não há ninguém na terra como ele, irrepreensível, íntegro, homem que teme a Deus e evita o mal. Ele se mantém íntegro, apesar de você me haver instigado contra ele para arruiná-lo sem motivo. Pele por pele!, respondeu Satanás. Um homem dará tudo o que tem por sua vida. Estende a tua mão e fere a sua carne e os seus ossos, e com certeza ele te amaldiçoará na tua face. O Senhor disse a Satanás: Pois bem, ele está nas suas mãos; apenas poupe a vida dele. Saiu, pois, Satanás da presença do Senhor e afligiu Jó com feridas terríveis, da sola dos pés ao alto da cabeça. Então Jó apanhou um caco de louça com o qual se raspava, sentado entre as cinzas.” Jó 2. 3-8 (NVI)

Na segunda sequência de provações, Jó perdeu sua saúde e qualidade de vida, apoio de sua esposa, que lhe sugeriu que amaldiçoasse a Deus e morresse (2.9). Ele ficou praticamente na miséria material e física. E tudo isso com a permissão de Deus.

Essa segunda parte da prova me deu mais medo! E se Deus permitisse que minha fé fosse testada até esse nível? Se minha saúde fosse tirada, teria ainda fé? Se não restasse mais nada, nem o apoio dos entes queridos, eu permaneceria firmado e confiante em Deus?

Falamos que amamos a Deus, dizemos que tem fé Nele, que não O abandonamos por nada! Sejamos sinceros, por muito menos (muito menos mesmo!) deixamos de ser sal e luz, re-assumimos o controle de nossas vidas deixando Deus de lado.

Como anda a nossa Fé? esta posta em Deus ou nas bênçãos que Ele pode me dar? Eu tenho amado a Deus? ou as suas Bênção?

Se você fosse escolhido para ser o próximo Jó?

Nenhum comentário:

Postar um comentário