quarta-feira, 20 de abril de 2011

I Timóteo 4: 9 a 16.

Sabe aquele dia de chuva, tempo de prova na facul, sozinho em casa, cheio de coisa para estudar e muita coisa para fazer e não consegue fazer nada! Foi ontem... acabei não fazendo nada!


Passei o dia meio atribulado, pouco cabisbaixo, mas sempre sorrindo... Só antes de dormir que fui ler a Bíblia, onde o Senhor falou comigo de forma clara. (se tivesse lembrado tinha lido antes) Gostaria de compartilhar isto com vocês e quem sabe os versículos também falem ao seu coração.  


"Esta é uma afirmação fiel e digna de plena aceitação. Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo, o Salvador de todos os homens, especialmente dos que crêem.Ordene e ensine estas coisas.Ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem, mas seja um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza. Até a minha chegada, dedique-se à leitura pública da Escritura, à exortação e ao ensino. Não negligencie o dom que lhe foi dado por mensagem profética com imposição de mãos dos presbíteros. Seja diligente nessas coisas; dedique-se inteiramente a elas, para que todos vejam o seu progresso. Atente bem para a sua própria vida e para a doutrina, perseverando nesses deveres, pois, agindo assim, você salvará tanto a si mesmo quanto aos que o ouvem." (I Timóteo 4: 9 a 16.)

Interessante é que o Senhor através destes versículos aborda todas as nossas inseguranças, duvidas e incertezas da alma. Esteja ela na sua vida financeira, espiritual, sentimental... 
Que Deus possa estar nos dando força e ousadia para não negligenciarmos o Dom que nos foi dado.

abraço

2 comentários:

  1. Nossa, que bela resposta Deus te deu. Em certos momentos da minha vida, acabo esquecendo tudo o que o Senhor já me disse, tudo o que Ele me prometeu. Devido às lutas, aos problemas, medos, decepções, devido aos momentos ruins que terminam me abatendo, acabo por esquecer de tudo o que Deus me falou. E Ele sempre faz questão de me lembrar, ainda que muitas vezes eu nem perceba, por deixar que as circunstâncias me afastem da presença dEle e não me deixem ouvir o que Deus está a me dizer. O importante é que agora, depois de passar por um desses períodos conturbados, estou muito melhor. Eu e Deus estamos mais próximos a cada dia. Voltei a cantar, dar estudos... Estava até conversando com a esposa do meu pastor e ela me disse: "Agora estamos esperando você pregar". Vou continuar permitindo que Deus me use, e no tempo determinado por Ele, farei o que ELE quiser. Não vou negligenciar a obra. Outrora, deixei de assumir responsabilidades com o Pai porque estava me dedicando muito a outro ser humano. Mas esta não é uma história para ser contada aqui e agora, rs. Não é algo do qual eu me orgulhe. Afinal, afastar-se de Deus por dar atenção a terceiros não é uma boa atitude, não é mesmo? Mas claro, eu nunca deixei a Deus, só dizia "não ter muito tempo para a obra". Bom, há males que vem para o bem. Deus permitiu que eu estivesse só como Paulo para que eu percebesse que deveria me dedicar primeiramente a Ele. Agora, quando Ele enviar um servo dEle, saberei administrar o meu tempo, e não deixarei o trabalho do Senhor por nada, nem ninguém. Não mais. Enfim! O que quero te dizer é: Foque-se na faculdade (também estava em semana de provas, graças a Deus obtive ótimos resultados), aproveite os momentos ao lado da família, aprenda em todos os aspectos, afinal, enquanto vivermos aprendemos, dedique tempo as coisas que te divertem, mas principalmente: Dedique-se a Deus, e assim obterá crescimento e aperfeiçoamentos dos seus dons.

    Fraternal abraço,
    Débora Andrade.

    ResponderExcluir
  2. Oi Marcel! Paz!
    Pense que coisa boa é ver Deus te usando também por aqui. É impressionante como as nossas lutas, as nossas ansiedades, os nossos temores, quando colocados na presença do Senhor, são usados como armas poderosas que edificam a vida de outras pessoas.
    Que você persevere na fé, continue permitindo que o Senhor te use coom os dons que Ele te deu, e que sua vida nos edifique, não apenas através das suas batalhas, mas também das suas vitórias! rsrsrs.
    Um abraço da sua amiga aqui.

    ResponderExcluir