segunda-feira, 11 de abril de 2011

Por que jejuar?

7 - Nós Jejuamos em  tempo de crise.


O Homem sempre recorrei a Deus em oração e jejum em tempo de crise. O livro de Ester registra o que, provavelmente, foi o tempo mais critico da história do povo judeu. Embora o brutal massacre imposto aos judeus por Hitler exterminasse cerca de seis milhões de judeus na Segunda Guerra, milhares de judeus ainda viviam em outros países no mundo. No tempo de Ester, entretanto, os judeus ainda não tinham sido dispersos e Hamã estava, literalmente, na eminência de ter sucesso em seu objetivo macabro de destruir toda a raça judia. O rei medo-persa já tinha assinado o atestado de óbito daquela nação, quando Ester trouxe uma palavra aos judeus. Ela lhes pediam para estarem em um propósito de Jejum antes dela arriscar a sua vida ao entrar na presença do rei e pedir misericórdia para o seu povo.

"Então disse Ester que tornassem a dizer a Mardoqueu: Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de dia nem de noite, e eu e as minhas servas também assim jejuaremos. E assim irei ter com o rei, ainda que não seja segundo a lei; e se perecer, pereci." (Ester 4.15-16)

Em tempos de crise, o ideal é procurarmos estar em, jejum, nos abstendo de toda e qualquer comida e bebida, de forma prudente. (respeitando o seu organismo)  Ester pediu a seu povo que estivesse jejuando por três dias e, no final deste período, Deus transformou toda aquela situação em que se encontrava o seu povo, trazendo poderosa liberação.

Novamente, segundo Livro das Crônicas 20, Judá estava para ser destruída pelos seus inimigos quando, o rei Josafá ordenou ao seu povo um Jejum. Como resultado, eles foram testemunhas de um dos mais dramáticos atos  de libertação sobrenatural registrados na Bíblia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário