sábado, 13 de agosto de 2011

Dia dos Pais

Hoje é chamado de dia dos pais... A Bíblia não nos fala de homens que foram pais perfeitos, mas um personagem bíblico que se destacou por ser um ótimo pai. Por ser humano, teve muitos defeitos, mas ele marcou a vida de seu filho. Abraão tomou algumas atitudes que marcou a vida de seu filho o primeiro passo foi:

ABRAÃO CRIOU ISAQUE NOS CAMINHOS DO SENHOR DESDE SEU NASCIMENTO - Gn 21.4, vemos que já aos 8 dias de vida, Abraão fez à Isaque conforme Deus havia mandado. A constante preocupação dos pais é suprir aos filhos em suas necessidades: comida, estudo, roupas... Mas pais precisam também se preocupar em direcionar os filhos nos caminhos do Senhor: Igreja, estudo da Bíblia, ensino da oração, a amar a Deus e a obedecê-Lo.

Quando lemos o versículo 8 vemos que Abraão era um pai coruja, “O menino cresceu e foi desmamado. E, no dia em que o menino foi desmamado, Abraão deu uma grande festa”. Abraão fez uma festa, quando Isaque desmamou! Os pais precisam estar nos momentos especiais da vida dos filhos... deixou a chupeta? Comemore! Saiu da mamadeira? Comemore! Passou no colégio? Comemore!

ABRAÃO SE PREOCUPOU COM O FUTURO DE SEU FILHO“Um dia ele chamou o seu empregado mais antigo, que tomava conta de tudo o que ele tinha, e disse... Vá até a minha terra e escolha no meio dos meus parentes uma esposa para Isaque”. Gn 24.2; 4.

Abraão se preocupou com a futura vida familiar de Isaque, um cuidado que se evidenciou em duas áreas: Primeiro, Abraão orientou o seu filho Isaque a ter uma esposa cristã. Pois se Isaque tivesse uma mulher cristã, certamente eles não teriam problemas. Abraão demonstrou amor por Isaque dedicando sua vida, colocando o seu filho nos caminhos do Senhor e se preocupando com o seu futuro...

mas havia um passo que foi a base pela qual Abraão marcou a vida de seu filho Isaque:

APESAR DE AMAR ISAQUE DE TODO O SEU CORAÇÃO, ABRAÃO AMAVA MAIS A DEUS - Gn 22, 2 e 12: “Então Deus disse: -Pegue agora Isaque, o seu filho, o seu único filho, a quem você tanto ama, e vá até a terra de Moriá. Ali, na montanha que eu lhe mostrar, queime o seu filho como sacrifício [12] O Anjo disse: -Não machuque o menino e não lhe faça nenhum mal. Agora sei que você teme a Deus, pois não me negou o seu filho, o seu único filho”.

O pai que deseja marcar a vida de seu filho deve estar disposto a sacrificar-se, a fazer a vontade de Deus.

No mesmo capitulo vemos que Deus pediu que o único filho de Abraão, o seu filho legítimo, fosse queimado, como sacrifício sobre o altar. Mas há uma revelação aqui: O verdadeiro sacrifício que Deus desejava, não era de Isaque, mas era o coração de Abraão. Deus estava conferindo a quem Abraão realmente mais amava, porque um bom pai ama mais a Deus do que qualquer outra coisa... ou pessoa!

No começo falei que não existe um pai perfeito, mas a Bíblia nos revela, que existe uma Pessoa que deseja ser o seu verdadeiro Pai – o Senhor Deus, vivo e verdadeiro. Deus é o pai que nos perdoa e nos ama, que nos dá várias chances de acertamos

Só Ele, pode ajudar você a ser o pai que deseja. Pai, como, Abraão, que criou Isaque nos caminhos do Senhor desde seu nascimento. Que se preocupou com o futuro de seu filho, e que apesar de amar Isaque de todo o coração, provou amar mais a Deus.

Agradeço a Deus por ter colocado em minha vida o Rubem (meu Abraão)... não o Rev. Rubem, não Francisco Rubem, não Dr. Rubem... Mas Rubinho! 

Que se dedicou a me ensinar a Verdade e a Vida, Que se preocupa com meu futuro e que me ama com Abraão amava Isaque e me prova que amar mais a Deus acima de tudo vale a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário