sexta-feira, 5 de novembro de 2010

O VERDADEIRO SENTIDO DE SERMOS IGREJA

Por que a igreja existe? Por que nos reunimos aqui dia após dia? Por que você está aqui e não assistindo a um programa de televisão? Por que lê a Bíblia e é chamado de crente? A igreja é importante para você? Qual a missão da igreja e o seu propósito?
A igreja de Jesus Cristo é uma comunidade de fé que se reúne para cultuar com louvor e adoração a Deus, ouvir e praticar a Sua Palavra, comungar com os irmãos o amor e a paz do nosso Senhor Jesus Cristo, paz que não encontramos no mundo, paz que devemos levar ao mundo.
Sendo uma comunidade adoradora, o seu principal alvo é divulgar a Palavra da verdade, para que o homem se converta e torne-se um fiel adorador. Deus e não o homem é o centro de todas as coisas. Devemos serví-lO, sempre que nos for oportuno, na pessoa do outro e na comunidade onde estamos inseridos.
A igreja de Deus não é apenas uma multidão, mas um corpo bem coordenado que visa desenvolver-se espiritualmente e preparar-se para cumprir o mandado de Jesus Cristo aos discípulos, a saber: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura”. Diz o apóstolo Paulo: “Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão se não há quem pregue? E como pregarão se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos trazem alegres novas de boas coisas (Rm 10:13-15) Esta é principal missão da igreja, esta é a nossa missão, como igreja que somos. A seara é grande e os ceifeiros são poucos.
Atenção especial devemos ter no culto ao Senhor, não o celebrando como um show, nem um funeral. Também não é uma apresentação para ser vista pelos homens. O culto é centrado na pessoa de Jesus Cristo. A Ele demos a glória, a honra e o louvor em adoração.
A adoração a Deus não deve limitar-se à igreja. Deus habita no meio dos louvores, em qualquer lugar onde estejamos: em casa, no ônibus, no trabalho. O importante é que haja sinceridade e brote do coração, com fervor. A adoração a Deus não deve ser apresentada com gestos vazios, mas com a nossa vida devotada ao Senhor e à sua Palavra.
A quem estamos honrando quando cultuamos: a nós mesmos ou a Deus?
Portanto, ofereçamos sempre a Deus sacrifícios de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o Seu nome.
Julita  
IECB - Catedral da Reconciliação
Boa Viagem - Recife - PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário